Notícias Ver Mais Notícias


Prefeitura Retoma Campanha de Vacinação Preventiva contra Febre Amarela em Araçariguama
Publicado em 25/01/2018
Compartilhe:

Após reforçar a solicitação junto às autoridades do Governo do Estado e do Governo Federal, responsáveis pela distribuição dos medicamentos, a Prefeitura de Araçariguama, por meio da Secretaria de Saúde recebeu do Centro de Vigilância Epidemiológica - CVE da Secretaria de Estado da Saúde, mais um lote de vacinas contra a Febre Amarela.
A vacinação prossegue no AME (Ambulatório Médico de Especialidades) e na UBS Jardim Brasil, com a distribuição de cento e cinquenta (150) doses diárias através de senhas disponibilizadas por ordem de chegada. O atendimento está sendo realizado normalmente das 08h às 19h.

O plantão acontece neste sábado (27/01), atendendo os seguintes bairros:

Santa Ella ( ROSALINA SILVESTRINI BONIFACIO EMEIF) - 08 hrs às 15:30 hrs

Bairro da Lagoa ( Rada Smaili EMEIF) - 08h às 15:30h

Novo Tigrão (EMEIF Dalcina Pereira Moreira) – 08h às 15:30h

Viçoso (Igreja Brasil para Cristo)- 08h às 11h

Chácara Dora (EMEIF Cristiano Osório Zapparolli)– 12h às 15:30h

Ambulatório Médico de Especialidades (AME): 08H às 15:30h

Vale lembrar que todos os postos fecharão para almoço das 11h às 12h.

"A situação está sob controle e não há motivo para alarme", disse a secretária de Saúde Iriana Rodrigues-Nina.
Não há casos confirmados nem suspeita de casos da doença no Município. Desde o início da campanha, em 29 de novembro do ano passado, foram vacinadas mais de 11 mil pessoas em Araçariguama.

Campanha de Vacinação

Mesmo sem nenhum caso da doença registrado na cidade, a Prefeitura decidiu iniciar em 29 de novembro uma campanha preventiva de vacinação contra a febre amarela em Araçariguama. Tanto em 2017 como em 2016, a cidade não registrou casos de Febre Amarela. Vale lembrar, que quem já tomou a vacina não precisa imunizar-se novamente.

Sobre a doença
A febre amarela é uma doença de caráter infecciosa grave, causada por vírus e transmitida por mosquitos - como o Aedes Aegypti, em áreas urbanas ou silvestres. Os primeiros sintomas surgem de forma repentina, e incluem febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça e muscular, náuseas e vômitos por aproximadamente três dias.

Para se prevenir, é preciso evitar a disseminação dos mosquitos, que costumam ficar na água e proliferar-se dentro de casas e adjacências. Recipientes como caixas d'água, latas e pneus contendo água limpa tornam-se ambientes ideais para que a fêmea do Aedes ponha seus ovos, local onde nascerão larvas que, após desenvolverem-se, multiplicarão a quantidade de mosquitos.

Por isso, é importante evitar o acúmulo de água parada em recipientes destampados. Além disso, recomenda-se usar repelente de insetos, mosquiteiros e roupas que cubram todo o corpo.

Para quem não tomar a vacina, a orientação é evitar picadas de mosquitos por meio do uso de camisas de mangas longas e calças compridas, mosquiteiros e repelentes - grávidas e mães de recém-nascidos, contudo, devem buscar orientação sobre possíveis reações alérgicas a essas substâncias.

Em caso de dúvidas, o cidadão pode procurar a unidade de saúde mais próxima de sua residência para obter informações sobre a doença e a campanha de vacinação, ou entrar em contato com a Secretaria de Saúde do Município pelo telefone (11) 4136-1101 ou pelo e-mail: saude@aracariguama.sp.gov.br


© 2017 - Prefeitura Municipal de Araçariguama - Todos os direitos reservados.

R. Leopoldo da Silva, 1.000, Jd. Bela Vista, Araçariguama-SP, CEP 18147-000
Telefone: (11) 4136-4900